3 de abr de 2014

R.I.P Russo

Hoje ocorreu algo triste, mas desconfio que foi para melhor. Ele foi meu gato por 6 anos e hoje me deixou para viver no céu dos gatos onde tem muitos rolos de linha, bolinhas e mais gatos para brincar com ele. O russo tinha um temperamento forte, não era de muitas brincadeiras, passava a maior parte do tempo deitado observando tudo, saia de noite para namorar e caçar e sempre voltava pelas manhãs miando muito e com fome. E assim os anos se passaram... até que acordei pela manhã sem seus miados, sabendo principalmente que noite passada ele não havia saído, ele havia ficado e sentido todas as dores que teve que sentir.

O veterinário já havia dito que não tinha o que fazer, ele iria partir em breve. Nesse dia, triste com o futuro eminente, fui ao supermercado e comprei daqueles sachês de carne para gato, sei o quanto ele amava isso e desde então ao menos uma vez ao dia ele vinha comendo o que ele mais gostava. Fraco, abatido, quase cego, magro, com poucos dias de vida.

Essa noite fiquei acordada o tempo todo, ouvi cada pedido de ajuda, cada miado, e por fim quando ele silenciou, eu  já sabia o que tinha acontecido. Fiquei aliviada pelo fim do sofrimento que ele vinha passando, fiquei triste porque eu perdia um amigo, o pluto perdia um companheiro, todo mundo perdia em tudo, o russo era um gato especial.

Então querido russo, onde estiver, minhas preces ficam para que esteja bem e feliz. O dia amanheceu mais triste com a sua partida, a casa parece menos viva sem você aqui, o mundo perdeu um ótimo animal, que alegrou meus dias e que me fez companhia quando não conseguiu me alegrar. Obrigada por ser um bom gato, eu te amei.

2 comentários:

  1. Nossa vey, que triste, sei como é acordar e ver todos os dias passando sem os miados dos nossos queridos bichanos :'( agora lembrei da minha princesinha felina que partiu sem eu ver!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É muito triste, a casa está triste, o dia, os outros gatos, meus avós, tá tudo menos feliz :(

      Excluir