7 de abr de 2014

Let the rain wash the soul

Today foi daqueles dias que não deveria existir. No meu mundo perfeito acordaria, tomaria meu banho, perceberia que estava mais magra, e não perderia aquele ônibus quando estava chegando no terminal.

Chegaria na seleção o mais rápido possível e seria a unica a estar lá. Sairia contratada, bem remunerada e feliz da vida. Encontraria com algum amigo que me daria parabéns e carona até em casa. Ao chegar o meu quarto estaria arrumado, as roupas do cesto estariam limpas, teria encontrado dinheiro no bolso da calça e ainda por cima receberia elogios por todos os lugares que passasse, inclusive depois de suada e destruída na academia. Aliás quem disse que precisaria de academia? Meu corpo estaria tão perfeito que não me preocuparia com isso.

Se meu dia fosse o ideal ele seria o que tivesse que ser, mas em compensação eu teria aprendido mais com ele.

Por fim, se as coisas fossem sempre o que quero, ou idealizo, tudo seria tão entediante. A vida sem lutas não tem nada de bom. São os desafios que nos fazem quem somos e que nos dão animo para chegar mais longe. E posso dizer que a cada não quero mais o sim.

O dia foi ruim, a tarde foi depressiva, mas quando a noite chegou e com ela a chuva no telhado, o tempo fresco, veio também paz. Sei que tudo se acertara quando tiver que ser. Como o outro candidato disse: tem algo muito melhor do que o balcão de uma farmácia me esperando e esperando por ele.

Serei grata hoje pelo dia como um todo, porque por mais ruim que tenha sido foi bom ... tive hoje a oportunidade de poder viver ... viver para me decepcionar, para brigar com meu namorado por causa dessa entrevista e da maneira como estava encarando tudo, para ouvir a voz dele, para ler o que ele me escreveu e também para ouvir o barulho da chuva. Nada é tão ruim que não passe depois de uma boa noite de sono, então ...


É melhor tentar e falhar, que preocupar-se e ver a vida passar.
É melhor tentar, ainda que em vão que sentar-se, fazendo nada até o final.
Eu prefiro na chuva caminhar, que em dias frios em casa me esconder.
Prefiro ser feliz embora louco, que em conformidade viver

Martin Luther King



boa noite.

2 comentários:

  1. Eu adorei o seu Blog é tudo de bom *--*
    Lindo,Perfeito curti demais mesmo, pode ter certeza eu irei voltar sempre :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Debora, que bom que você gostou. Espero mesmo que volte em?! :)

      Excluir