31 de mar de 2014

A moda em Monda.

Olá internet! Como vamos?

Então, ontem perguntei pelo Facebook sobre o que deveria falar hoje e um amigo, Lázaro obrigada pela dica, me disse para falar sobre a moda européia e sobre, mais especificamente, a moda em Monda.

Para quem não sabe, e inclusive eu não sabia, a moda de Monda é bem parecida com a de muitas outras províncias espanholas, além do mais a moda espanhola é muito parecida com a moda européia que por incrível que pareça é ditada pela Fashion Week de Paris e Nova Iorque!


Ao buscar por Monda no Google além da localização da cidade, da quantidade pequena de habitantes (mais ou menos 2.523, pesquisa de 2012) também aparece alguns sites de lojas com seus look books, que eu adorei diga-se de passagem.

Voltando ao foco inicial do texto, resolvi fazer uma pesquisa sobre a moda na Espanha e para minha felicidade lá a população se veste de maneira bem despojada, mulheres de camisetas ou regatas, sandálias baixas e calças ou shorts voltados muito mais para o conforto do que para o chique ou o must have da estação. E quanto a moda européia, só digo que queria que no Brasil pudesse usar aqueles casacos sem parecer que sou louca e estou com febre de 40º.

A maior diferença sobre moda no exterior e aqui está na maturidade de quem faz e usa ela a seu favor. Pouco se diz sobre o que você deve ou não vestir e muito menos se apontam pessoas na rua porque ela se veste de um jeito diferente e na sua opinião ela ficou ridícula. Isso é genial, porque se quero sair com uma calça estampada e uma blusa colorida e colocar por cima disso um colete de pele eu deveria, porque quero e ninguém tem o direito de dizer que estou feia ou 'cafona' e ainda fora da moda, porque moda quem faz somos nós. Gente que é escravo de tendencia normalmente não faz moda, usa somente uma padronagem que na maior parte das vezes nem se quer cai bem.

Ou seja, vista-se como uma parisiense, ou como uma nova Iorquina, quem sabe como uma brasileira, mas nunca como uma personagem da novela das nove.

Beijos e até mais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário